BLOG

Bem Estar é Superar: Trabalho Forçado - Privação de Liberdade - Coerção

Bem Estar Animal é um tema em evidencia hoje e também mais fomentado dentro dos debates, palestras, cursos e trabalhos relacionados aos animais. Já vislumbramos organizações para denuncia de maus tratos e uma série enorme de política de apoio `a organizações que cuidam e trabalham resgatando animais de rua. Nossa sociedade está gradativamente ganhando autonomia consciente em se preocupar com o que consome, se o produto consumido agride ou não o meio ambiente. A passos lentos, creio eu, antes tarde do que nunca.

Podemos nos referir a Bem Estar Animal quando falamos de saúde, qualidade de vida, alimentação, cuidados básicos etc. Sem sombra de dúvida estes são elementos do Bem Estar, porém creio que é possível debater dentro da toca do Coelho da Alice resgatando o combate sistemático aos maus tratos. Escravidão possui três elementos que o tornam condições:
• Trabalho Forçado;
• Privação de Liberdade;
• Coerção;


Para que tenhamos certeza de que nossos animais estejam vivendo padrões de Bem Estar Animal devemos nos questionar quanto estes três elementos. E devemos fazer isso considerando a evolução da simbiose Homem & Animal. Cavalos e Homens começaram este processo a 12 mil anos no que ficou conhecido como Revolução Agrícola. De lá pra cá muita coisa aconteceu, muitas normas sociais tornaram-se preponderantes para discutir esta relação e suas consequências. Impossível falar sobre Bem Estar de Cavalos sem mencionar sua participação fundamental para o crescimento das grandes cidades no início do século passado.


Em algumas cidades, como New York por exemplo, chegou a ter leis que proibiam acesso de cavalos em determinado períodos do dia devido ao mau cheiro causado pelo estrume. Uma espécie de Rodízio Equino do século XIX! Ou seja, cavalos foram os responsáveis pelo crescimento das metrópoles, das indústrias, dos correios, das grandes invasões e mesmo do que aproveitamos nas tecnologias modernas, nada seria possível sem os Cavalos. Os gregos venceram a guerra de troia com um cavalo. O grego Xenofonte escreveu o primeiro Livro Sobre Cavalaria 400 a.C.


Considerando, assim, esta relação como uma Simbiose Homem & Cavalo podemos avaliar nosso contexto de treinamento e esporte.
Primeiro, cavalos devem gostar do que fazem, sentirem prazer, desejarem o exercício físico – do qual são natos. Adquirirem uma relação saudável com o esporte, com seus treinadores, estabelecendo vínculos afetivos.
Segundo, Cavalos devem viver socialmente, em coletivo, duplas ou trios, com outros cavalos. Devem saborear a liberdade dos aspectos sociais, não estou me referindo `as manadas selvagens das quais sabemos serem inviáveis nos tempos modernos, me refiro ao manejo do dia-a-dia, dentro da realidade que vivemos.


Terceiro, violência, agressão, força e toda forma de coerção não são mais aceitos dentro de aspectos de domesticação e treinamento animal. Cavalos são cooperativos e todo Horseman, dos iniciantes aos experientes, compartilham da mesma filosofia; cavalos podem aprender qualquer coisa sem uso de coerção.
Pois bem, Bem Estar é mais que cenourinha e agrado, é essencial o conhecimento da história, da evolução dessa espécie. Bem Estar deve cumprir, no mínimo, normas semelhantes que aboliram a escravidão.
Infelizmente ainda há estatísticas de ocorrência de escravidão humana nos tempos de hoje. Só espero, do fundo do coração, que isso não justifique ocorrências semelhantes com animais.

blog

Veja também

Contato

Erro: Campos obrigatórios
Informações de contato


WhatsApp: (19) 9 7100 7991
E-mail: darkomago@gmail.com